A Palavra dos Leitores | 06-01-2010 15:34

Moita Flores critica “espectáculo mediático” em torno das cheias

Moita Flores critica “espectáculo mediático” em torno das cheiasAinda bem que alguém "os tem " para denunciar este poço de desmandos de toda a natureza - inclusive a financeira (como não podia deixar de ser). Desde a invenção de calamidades e previsões nitidamente fabricadas (implica logo irem para o terreno) farras, banquetes e...ajudas de custo, até ao folclore mediático, passando pelas ridículas fardas. É um fartar vilanagem!Jorge MonteiroSe Moita Flores não quer falar das cheias, porque não se cala?Sempre houve e irá haver cheias e os ribatejanos ribeirinhos sempre passaram por esta situação e sempre souberam lidar com ela. O jornalismo directo sempre teve este impacto, faz chorar os mais sensíveis e promove os mais espertos. É o marketing dirão os entendidos na matéria e a oportunidade de alguns, com ou sem farda, terem "15 segundos de fama" dirão outros. O que os jornalistas deveriam fazer, era durante a época de seca perguntar aos "responsáveis máximos" o que fizeram eles ou irão fazer para evitar as inundações nas ruas das suas cidades, vilas e aldeias antes que a chuva caia. É muito fácil apara o sr. dr. Moita Flores ir para a rádio "porque já não precisa de 15 segundos de fama", dizer que não fala sobre o tema e mandar tiros de pólvora seca em todas as direcções como se não tivesse responsabilidades sobre a matéria. Um responsável máximo da protecção civil não devia estar calado perante este tema, mas já que não queria falar..., Parafraseando alguém, diria "porque não te calas".Manuel Carapinha

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo