A Palavra dos Leitores | 08-09-2010 08:51

Águas do Ribatejo sabe aumentar preços mas não sabe cortar as ervas nem regar as plantas

Depois da entrega da exploração dos serviços de águas do concelho da Chamusca à empresa "Águas do Ribatejo”, foi decretado um brutal aumento no preço das águas e das taxas Na vila de Ulme, que é uma terra com água em abundância, a população sente mais essa situação. E o pior é que, para além dos exorbitantes aumentos não se cuida da ETAR (Estação de Tratamento de Águas Residuais). Não se compreende o porquê de, numa ETAR com relva e árvores estar tudo morto de sede. É uma autêntica vergonha! E já agora, uma vez que se trata de uma entrada da Vila de Ulme, podiam ao menos fazer a limpeza do local pois já há lá fenos com um metro de altura dentro da mesma.Não é só explorar os habitantes. Manuel Rodrigues

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Médio Tejo