A Palavra dos Leitores | 03-12-2010 10:26

Empresa que quer abrir fábrica de cimento em Rio Maior garante que não há risco para a população

O assessor da administração da Tecnovia, Hermínio Martinho, não tem condições para garantir nada. Aliás, pelo que se pode verificar neste país as garantias que nos dão, não passam de meras utopias. Ninguém é responsabilizado quando se apura que, aquilo que foi prometido não corresponde à verdade!Será de ter em consideração a construção da dita cimenteira, lá para a zona de residência desse senhor!A questão ambiental em causa é séria, pois a sua localização é precisamente a poucas dezenas de metros da nascente do rio maior. Dito isto, não é com o acenar de milhões de euros de investimento que se pode comprometer o futuro, a qualidade de vida das populações e pôr em risco o ambiente.No caso de ser aprovado esse investimento (mesmo à revelia da população), deverá ser obrigatório no orçamento anual da referida cimenteira, dotar uma percentagem, para ser entregue ao Município para obras a levar a efeito na Freiria.João Teodoro MiguelEste senhor vive em Rio Maior? De certeza que não leu o estudo mandado fazer pelo patrão que diz expressamente que são cerca de 26 camiões por hora na Estrada Nacional 114. Estão a querer enganar quem? A pedreira está em fim de vida, como tem esse calcário todo? Levem a cimenteira para perto das moradias deles. J.Santos

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Médio Tejo