A Palavra dos Leitores | 06-03-2012 07:32

Demora da obra do rio Crós-cós em Alverca obrigou três lojas a fechar

Na vossa edição de 23 de Fevereiro, foi publicado uma entrevista à minha pessoa, referente às consequências do atraso da obra do rio Crós-Cós, em Alverca, mais concretamente no Choupal. Nessa entrevista, feita pelo vosso jornalista Filipe Matias, falámos sobre o atraso das obras, os problemas decorrentes das obras, a consequência do atraso das mesmas e de promessas feitas numa reunião aos comerciantes locais, que decorreu na Junta de Freguesia de Alverca, com a presença, entre outros, da presidente Maria da Luz Rosinha. Nessa mesma reunião, ficaram de nos dar apoio após conclusão das obras, nomeadamente promoção de eventos, campanhas de promoção do comércio, e outros que fossem necessários.Hoje ao ler a vossa edição de 1 de Março fiquei perplexa com a resposta da Junta de Alverca e Câmara de Vila Franca de Xira! O que acontece, é que houve de facto um evento que decorreu no dia 29 de Outubro, alusivo ao dia das bruxas. Contámos com o apoio dos comerciantes, onde cada um oferecia produtos que tinha, contámos com um apoio incondicional da Dra. Helena de Jesus, vereadora da coligação Novo Rumo, que numa semana e meia ajudou a tornar o evento possível. Da Junta de Alverca, com algum custo, lá conseguimos o palco e umas barracas. De facto houve um apoio pelas entidades, mas isso já eu tinha frisado na entrevista...mas não houve mais nada! Pelo Natal, como forma de promover o comércio, falamos com o presidente da Junta, Sr. Afonso Costa, para nos ajudar a pagar o som a ser colocado no Choupal, com spots publicitários das lojas locais, e que por sua vez, passaria também nas ruas de Alverca onde tivessem colocado o som, nomeadamente a Av. Capitão Meleças. A resposta foi pronta e imediata, de que estava fora de questão, a Junta não tem dinheiro! Perante um cenário destes, verificou-se mais uma vez a falta de apoio desta entidade. Já agora, o "Choupal com Vida" é uma página no facebook, criada, uma vez mais, pelos comerciantes locais,...não é um evento! Portanto continuamos à espera de que se promova o comércio local com iniciativas da Câmara e Junta; porque, frisando,uma vez mais, quem nos estava a dar apoio, foram aos mesmos que retiraram o pelouro a 30 de Novembro de 2011, o vereador Rui Rei e a vereadora Helena de Jesus. Também nos querem calar a nós? Carlota de PinaNotícia relacionada: http://semanal.omirante.pt/index.asp?idEdicao=536&id=81416&idSeccao=8928&Action=noticia

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo