A Palavra dos Leitores | 28-03-2012 08:51

Apenas quatro câmaras da região merecem nota positiva dos Técnicos Oficiais de Contas

Há uma mania em Portugal que faz muito boa gente pensar que os municípios melhor geridos são aqueles onde os presidentes de câmara gritam mais com a oposição, dão mais beijinhos às velhotas, fazem as melhores festas anuais ou oferecem bilhetes para as touradas. Há uma mania em Portugal que leva muito boa gente a pensar que os melhores autarcas são aqueles que se vestem melhor, que têm os melhores carros, que são os mais mediáticos. Com papas e bolos se enganam os tolos, diz o povo. A situação de câmara municipal de Santarém é a prova provada que os senhores presidentes que por lá têm passado têm sido incompetentes. Verdadeiramente incompetentes. E o pior de todos parece ter sido este último, Moita Flores. Mara da Luz Rosinha em Vila Franca de Xira, António José Ganhão em Benavente, Dionísio Mendes em Coruche, Ana Cristina Ribeiro em Salvaterra de Magos e Maria do Céu Albuquerque em Abrantes, merecem a confiança dos eleitores e o que lhes é pago pelo erário público. Quanto a mim a lei que limita os mandatos de cada presidente de câmara devia assentar nos resultados e não nos anos. Mas isso seria desvirtuar a democracia. Têm que ser os eleitores a julgar melhor os que se candidatam e principalmente os que se recandidatam.Maria Manuela Crujo Notícia relacionada: http://semanal.omirante.pt/index.asp?idEdicao=538&idSeccao=8970&id=81768&Action=noticia&title=Comentários

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo