A Palavra dos Leitores | 28-03-2012 08:54

Ministério Público de Almeirim deixa prescrever queixa de inspector de automóveis injuriado

Só isso? Deixou prescrever e já está? E o que faz um cidadão a quem lhe aconteça um caso destes? Não tem direito a nada? Nem sequer a ser indemnizado pelo Estado? Como é que podemos acreditar que vivemos num Estado de direito se não podemos acreditar na Justiça? Como é que podemos ser punidos pelos tribunais se nos atrasamos com qualquer coisa, nomeadamente com multas, e depois sermos vítimas de situações como esta. Vamos partir do pressuposto que a vítima foi mesmo agredida. O agressor deve esfregar as mãos de contente. Por mais que queira não consigo deixar de me indignar com coisas destas. Já agora, o advogado de agredido não devia estar atento aos prazos? Não é para isso que lhe pagam?João Medeiros Notícia relacionada: http://www.omirante.pt/index.asp?idEdicao=54&idSeccao=479&id=50371&Action=noticia&title=Comentários

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1351
    16-05-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1351
    16-05-2018
    Capa Médio Tejo