A Palavra dos Leitores | 02-05-2012 09:38

Presidente do Instituto de Apoio à Comunidade condenado por abuso de confiança fiscal

O governo (finanças) é muito lesto a punir pessoas como o senhor António José Inácio, cujo único crime é querer manter em funcionamento uma instituição meritória como o Instituto de Apoio à Comunidade do Forte da Casa que, para além de empregar dezenas de pessoas, presta serviço a centenas de famílias. Famílias essas que o Estado não conseguiu ajudar como era sua obrigação, criando creches, tempos livres e lares de terceira idade.Tanto bandido à solta. Tanto malandro a mamar na teta do orçamento e quem é condenado é um cidadão que deveria ser agraciado por bons serviços prestados à comunidade. É por estas e por outras que a revolta cresce. O Instituto de Apoio à Comunidade tem problemas. Descontos não foram entregues. Está errado mas há uma justificação que é necessário ter em conta. Quando o Estado não cumpre as suas obrigações os governantes são condenados da mesma forma? Silvana O senhor não usou o dinheiro para benefício próprio, pois não? É pena que nem todos os que praticam crimes fiscais sejam punidos como o sr. António José Inácio. O que este sr. tem feito pela comunidade deveria ser levado em conta. Está bem que possivelmente haveria outra forma de fazer as coisas, mas como ele há centenas que arrecadam o dinheiro para usufruto próprio. Este pelo menos, creio eu pelo que li e pelo que sei, usou o dinheiro para fazer alguma coisa útil. Carla Penim Notícia relacionada: http://semanal.omirante.pt/index.asp?idEdicao=545&idSeccao=9114

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Médio Tejo