A Palavra dos Leitores | 05-10-2013 17:02

Hospital de Tomar com cirurgia a laser para acabar com cálculos no aparelho urinário

Não tenho qualquer dúvida sobre as capacidades profissionais da grande maioria dos médicos e enfermeiros do Centro Hospitalar do Médio Tejo. Claro que também não tenho duvidas da incompetência de alguns, poucos felizmente. É bom saber que vão passar a ser feitas intervenções deste tipo mas resta saber se haverá médicos que queiram sair do bem bom de Lisboa (nem os recém-formados querem)e qual a resposta que o serviço dará às necessidades da população numa altura em que estão sempre a ser anunciados cortes em sectores básicos como educação e saúde. O propósito deste Governo parece ser entregar tudo aos privados. Só ainda não o fez porque tem encontrado entraves. Sou daqueles que pensa que a administração do Centro Hospitalar do Médio Tejo está a fazer um bom trabalho a nível da gestão dos recursos. Desejo que não seja obrigada a ir muito mais longe e que o Estado e as autarquias tenham sensibilidade para perceber que há milhares de pessoas nesta sub-região que estão a ficar sem apoio e são, como se sabe, as pessoas mais pobres. Aquelas que nem para ir ao médico têm transporte, por exemplo, quanto mais dinheiro para taxas moderadoras e para medicamentos. Jorge do Carmo Noronha Notícia relacionada: http://semanal.omirante.pt/index.asp?idEdicao=619&id=94576&idSeccao=10743&Action=noticia

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Médio Tejo