A Palavra dos Leitores | 25-10-2013 09:49

Motorista de Alcanena ferido com gravidade andou quase um dia às voltas de ambulância

Acho que todas as pessoas intervenientes no transporte deste doente não trabalham com a dedicação e a devoção que o trabalho em locais como estes (hospitais e outros...) exige.Trabalhar num hospital é uma aspiração digna de uma alma generosa, de um espírito ávido, indiferente à fortuna, aos prazeres, à ingratidão; e sabendo que se verá, muitas vezes, só entre feras humanas, e manter a alma estóica o bastante para encontrar satisfação no dever cumprido. Ser capaz de se sentir suficientemente recompensado com a felicidade de uma mãe que acaba de dar a luz, com um rosto que sorri porque a dor passou, com a paz de um moribundo que acompanhou até o final.Como pode haver um engano, estando em causa uma vida humana; como podem não ter simplesmente confirmado a residência do doente e confirmar qual o hospital mais próximo e adequado às suas necessidades... como?? Mónica SantosNotícia relacionada: http://www.omirante.pt/index.asp?idEdicao=54&idSeccao=479&id=65712&Action=noticia&title=Comentários

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1359
    11-07-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1359
    11-07-2018
    Capa Médio Tejo