A Palavra dos Leitores | 30-06-2015 10:38

Presidente da Junta de Freguesia de Riachos renuncia ao cargo

Os cidadãos que se propões gerir autarquias, candidatando-se aos cargos, devem estar conscientes das dificuldades que podem ter que enfrentar e perceber que quem lhes confia o seu voto espera que ajudem a solucionar problemas. Demissões como esta são um excelente exemplo da forma como muitos encaram o exercício de cargos públicos. Se não querem servir as populações ou se não têm capacidade para tal, não se metam. Para inúteis já temos muitos. Gerir o bem público quando tudo corre bem é fácil. Os verdadeiros autarcas mostram-se na sua capacidade para enfrentar os maus momentos. Má decisão a deste presidente de Junta de Freguesia de Riachos.Manuel Botaréu É uma traição ao eleitorado riachense e uma perda de tempo que os eleitores tiveram ao votar em tal figura. Aos primeiros obstáculos o homem demite-se, Bastava não assinar os contratos de delegação de competências e a câmara ter de assumir diretamente as suas responsabilidades em Riachos. Mas também Simas tinha obrigação de saber que não se pode impedir a circulação das populações em vias públicas que o mesmo pretendia e contrariada pela câmara torrejana. E Simas também, ao candidatar-se, sabia quais as competências da sua freguesia comum a todas Enfim, uma traição dos chamados "independentes" do PSD/CDS locais.José Júlio Gonçalves Antuneshttp://www.omirante.pt/index.asp?idEdicao=54&idSeccao=423&id=83047&Action=noticia&title=Coment%C3%A1rios#.VY7tj_m6cdU

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Médio Tejo