A Palavra dos Leitores | 27-11-2015 11:45

Remoção da cobertura de fibrocimento do Hospital de Santarém

Finalmente que se está a resolver o problema do amianto "abestos" no hospital de Santarém. Na Chamusca existe o mesmo problema nas 74 casas de renda económica do Bairro 1° de Maio, tendo vários moradores requerido à senhoria, Casa do Povo, a sua remoção. Requereram também à câmara municipal várias vistorias de salubridade e segurança das habitações mas as mesmas foram impedidas pelo Dr. João Cardador, ao bloquear a nomeação de um representante da senhoria para acompanhar as ditas vistorias. Contactado o executivo camarário este respondeu que não pode fazer nada e que os moradores tem de ir a Tribunal para resolver o problema do amianto. No entanto a lei prevê que, quando está em risco a saúde pública, a câmara é obrigada a intervir e a solucionar o problema. Alguns moradores têm tentado substituir as chapas de fibrocimento mas fazem-no sem qualquer ajuda técnica especializada correndo graves riscos saúde. As chapas ou vão pró lixo ou ficam abandonadas no logradouro à espera de serem recicladas. Será isto justo? Alguém pode ajudar estas famílias a resolver o problema do amianto cancerígeno?Augusto Francisco Silva : http://www.omirante.pt/index.asp?idEdicao=54&idSeccao=479&id=86174&Action=noticia&title=Coment%C3%A1rios#.VlGsBPnNzIU

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1376
    07-11-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1376
    07-11-2018
    Capa Vale Tejo