A Palavra dos Leitores | 04-04-2016 10:09

Corte de árvores no Jardim de Vila Franca de Xira revolta moradores

Chamar "barbárie" ao abate de árvores para as substituir por outras é insultar a memória de vítimas de barbáries. As palavras têm peso e significado. Não podem ser usadas de forma desmiolada. Quando criminosos degolam inocentes e divulgam as imagens do que fazem. Quando bombistas suicidas matam dezenas de pessoas por todo o mundo, quando acontecem massacres e raptos e violações de dezenas de crianças em África, falar em barbárie a um abate de algumas árvores de jardim só revela aquilo em que nos estamos a transformar. Pessoas insensíveis que não reagem às barbáries porque andam muito entretidas a olhar para os seus ridículos umbigos. A desflorestação da Amazónia e de outras zonas do planeta causa-nos mais dano e não suscita tanta revolta nem preocupação. É preciso perceber porque são abatidas as árvores, protestar se for caso disso e fazer lembrar a quem decidiu o abate e prometeu novas árvores que as promessas são para cumprir...mas sem radicalismos porque de radicalismos já anda o mundo cheio. Esta é a minha opinião. Mário Josué Pereira : http://www.omirante.pt/noticia.asp?idEdicao=54&id=89350&idSeccao=479&Action=noticia#.VvkXsfkrLIU

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Médio Tejo