Arquivo | 19-12-2004 10:19

População de Azinhaga contra alterações aos limites da freguesia

A população da Azinhaga (Golegã) reúne-se este domingo para manifestar o descontentamento com a passagem de Casal Centeio para a freguesia de Pombalinho, decidida dia 09 pelo Parlamento.Vítor Guia, vereador socialista na Câmara Municipal da Golegã e residente na freguesia da Azinhaga, disse à Lusa que a população não aceita a forma como a maioria na Assembleia da República decidiu a integração de Casal Centeio no Pombalinho e a passagem desta freguesia do concelho de Santarém para o da Golegã "sem ter ouvido ninguém".Por isso, por iniciativa de um grupo de cidadãos, a junta de freguesia convocou os habitantes de Azinhaga para uma "sessão de esclarecimento" sobre "o que se está a passar com os limites de freguesia de Azinhaga e Pombalinho" e aprovação de uma moção a enviar ao presidente da República, Jorge Sampaio, para que este não promulgue o diploma aprovado na Assembleia da República por iniciativa do CDS/PP.A sessão, para a qual o presidente da Junta, Francisco Asseiceira, apela, em convocatória, à participação de todos, está marcada para as 15:00 de domingo na sede da Filarmónica Azinhaguense (conhecida por Barrete Verde), junto à igreja da povoação.Segunda-feira, a Assembleia de Freguesia da Azinhaga realizou uma reunião extraordinária, na qual foi aprovada, por unanimidade, uma moção no sentido de ser solicitada ao presidente da República uma audiência "com carácter de urgência", para a qual foram mandatados quatro representantes.A Assembleia de Freguesia disponibilizou-se para "prestar os esclarecimentos que (o presidente da República) entender necessários" e pediu a Jorge Sampaio para que "atente no insólito" de uma situação "que põe em causa os princípios básicos da democracia" e "não promulgue" a lei.A moção recorda que os órgãos autárquicos da freguesia e do concelho não foram ouvidos sobre a deliberação tomada.O projecto-lei aprovado dia 09 determinou a passagem da freguesia do Pombalinho do concelho de Santarém para o da Golegã, introduzindo alterações aos limites da freguesia que representaram a perda de cerca de 10 por cento do território da vizinha freguesia da Azinhaga.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1369
    20-09-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1369
    20-09-2018
    Edição Vale Tejo