Arquivo | 21-12-2004 17:25

Nó do Cartaxo arranca no primeiro trimestre de 2005

A Câmara do Cartaxo e a Brisa, empresa concessionária da Auto-estrada A1, acordaram o protocolo de cooperação com vista à a construção do Nó do Cartaxo. A Brisa fica responsável pela realização e aprovação de todos os estudos e projectos, bem como de proceder às expropriações necessárias à implantação do nó, assim como a sua construção e fiscalização. À autarquia cartaxeira caberá comparticipar em 20 por cento o custo total da obra, avaliada em cerca de 6,3 milhões de euros, ficando com a definição do prazo, programação e execução dos trabalhos. O prazo de execução das obras será de dez meses e o acordo entra em vigor na data em que a Câmara do Cartaxo comunicar à Brisa que está na posse de todos os despachos, vistos e deliberações assumidos no protocolo.O presidente da Câmara do Cartaxo explicou, durante a sessão camarária de segunda-feira, que estava tentar enquadrar o financiamento da comparticipação autárquica no projecto num programa comunitário, mas admitiu que tal seria muito difícil de conseguir. Segundo Paulo Caldas, a obra deve começar até final do primeiro trimestre de 2005

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Médio Tejo