Arquivo | 15-02-2005 10:11

Estado apoia novo arquivo municipal em Abrantes

O Instituto dos Arquivos Nacionais/Torre do Tombo e a Câmara de Abrantes assinaram no dia 10, em Lisboa, um acordo de colaboração que permitirá o financiamento à construção do Arquivo Municipal Eduardo Campos. O apoio é concedido no âmbito do Programa de Apoio à rede de Arquivos Municipais (PARAM). O concurso público para adjudicação da obra foi aprovado no passado dia 7 de Fevereiro pela Câmara de Abrantes. A empreitada, com o prazo de execução de 425 dias, tem o valor orçamental previsto de 1,136 milhões de euros.Segundo nota da autarquia, o novo arquivo integrará a Rede Nacional de Arquivos e resolverá de vez o problema da dispersão do Arquivo Municipal de Abrantes, por três instalações distintas. O novo espaço chamar-se-á “Arquivo Municipal Eduardo Campos”, por deliberação da câmara municipal, que assim quer assinalar publicamente o labor de Eduardo Campos, recentemente falecido. Eduardo Campos exercia as funções de coordenador de gestão documental dos arquivos da Câmara de Abrantes. Foi autor e co-autor de vários livros, para além de ter assinado significativo número de artigos apresentados em comunicações, exposições e encontros ou publicados em jornais, boletins, revistas e folhetos de divulgação.Construído de raiz, o arquivo vai nascer na zona conhecida como Vale Morenas, freguesia de Alferrarede. O edifício vai albergar os três níveis de documentação, ficando preparado para uma futura expansão. A sua construção prevê todos os requisitos técnicos, incluindo na zona a ser ocupada pelo arquivo histórico, em matéria de condições climáticas de forma a salvaguardar os documentos históricos.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo