Arquivo | 04-04-2006 17:03

Aqualia oferece novo edifício à Câmara de Santarém

A empresa vencedora do concurso para a concessão do saneamento na Lezíria do Tejo, Aqualia, vai oferecer à Câmara de Santarém a construção de um novo edifício dos Paços do Concelho, revelou hoje a autarquia.Segundo o presidente da Câmara, Francisco Moita Flores, a empresa assumiu por escrito uma série de contrapartidas para o município de Santarém, entre os quais a construção de um novo edifício da autarquia, um parque de estacionamento subterrâneo e o patrocínio do Festival Internacional de Música do Alviela, enquanto este se realizar.Este acordo foi assumido depois de a Câmara ter renegociado as contrapartidas definidas pelo anterior Executivo autárquico (PS), explicou Moita Flores, recordando que só a construção do novo edifício camarário irá custar cerca de 15 milhões de euros.O vencedor do concurso foi definido quinta-feira numa reunião da Comunidade Urbana da Lezíria do Tejo (CULT), mas Santarém, a maior autarquia daquele órgão, condicionou a sua entrada no sistema de saneamento à resposta a uma série de reivindicações, explicou Moita Flores."As contrapartidas para Santarém eram fracas em comparação com o volume do negócio", recordou o autarca.Assim, a empresa vencedora - que inclui o grupo espanhol FCC e o Grupo Lena - "vai fazer-nos uma Câmara Municipal nova" num edifício onde irão ser instalados os novos edifícios da CULT e da própria Aqualia, explicou Moita Flores.Na sua opinião, "os parceiros privados têm sido tratados como príncipes" pelos executivos anteriores, pelo que estas exigências procuram apenas garantir mais benefícios para o concelho.Em paralelo, a Câmara garantiu que o município terá sempre um lugar no conselho de administração das "Águas do Ribatejo" e ficará também com "prioridade nos projectos saneamento básico" para a região.A definição do local onde instalar o futuro edifício será decidida pela autarquia, pelo que Moita Flores espera acordar o sítio com os restantes vereadores do PS e CDU.No entanto, "penso que não há outro sítio com tanta dignidade como o Campo Emílio Infante da Câmara" para instalar os novos Paços do Concelho, considerou o autarca.Nesse edifício serão concentradas todas as pessoas que estão divididas por seis edifícios, garantindo também a libertação de imóveis actualmente sobrecarregados com serviços.A Aqualia deverá agora construir uma empresa mista com as "Águas do Ribatejo" para gerir os investimentos na ordem de 200 milhões de euros, que abrange os municípios de Almeirim, Alpiarça, Benavente, Cartaxo, Chamusca, Coruche, Golegã, Salvaterra de Magos e Santarém.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo