Arquivo | 02-10-2006 19:59

Edifício para divisão de obras do Entroncamento atrasado

Os taipais rodeiam a obra, a grua continua montada e os andaimes parecem estar de pedra e cal na frontaria do edifício que irá albergar a divisão de obras da Câmara do Entroncamento. As obras deviam ter sido finalizadas em Agosto do ano passado mas estão longe de estar concluídas.À reunião de câmara foi, na segunda-feira, mais um pedido de prorrogação de prazo, o quarto desde que a obra foi adjudicada à construtora Silvério & Melro, em Abril do ano passado. No total, as prorrogações de prazo pedidas já ultrapassam o próprio prazo estipulado para a ampliação e remodelação do edifício – quatro meses.O presidente da Câmara, Jaime Ramos (PSD) sabe isso tudo, mas diz pouco poder fazer. “Na altura da adjudicação a Silvério & Melro foi a empresa que apresentou a melhor proposta em termos de preço e não tinha nenhum motivo para não lhe entregar a obra”, justifica ao nosso jornal.O autarca neste momento quer apenas a obra concluída, secundarizando a questão dos prazos. “O meu objectivo é que a construção fique feita e bem feita. Se tiver que esperar mais um pouco, paciência”, diz Jaime Ramos, lembrando situações semelhantes em outros concelhos, cujas obras acabaram por nunca se concluírem.Mais informações na edição semanal que sai esta quarta-feira

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Vale Tejo