Arquivo | 17-10-2006 09:21

Estacionamento subterrâneo em Santarém tem de avançar com calma

O director regional de Lisboa do Instituto Português do Património Arquitectónico (IPPAR) considera que a proposta de requalificação urbana prevista para a zona do Campo Sá da Bandeira, em Santarém, tem méritos, mas que há que ter em atenção a zonas mais sensíveis em termos patrimoniais. Principalmente quando na intervenção se prevê a construção de um parque de estacionamento subterrâneo de dois pisos, com capacidade para cerca de mil lugares (ver edição O MIRANTE 11 Outubro).As áreas consideradas mais sensíveis pelo IPPAR ficam junto do Seminário, a norte, e nas imediações da Igreja de Jesus Cristo, mais a sul. “O campo Sá da Bandeira é considerada uma zona de aterro e sei que a Câmara de Santarém efectuou sondagens arqueológicas. Aguardamos informação técnica do Instituto Português de Arqueologia mas não esperamos novidades de maior”, referiu a O MIRANTE o director regional do IPPAR.Saiba mais sobre esta notícia na edição semanal de O MIRANTE, disponível esta quarta-feira.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Vale Tejo