Arquivo | 27-01-2010 15:22

Judiciária não investiga assalto de Almeirim - Rectificação

No passado dia 14 do corrente mês de Janeiro, na Secção Sociedade de O MIRANTE vem inserida uma notícia com o título “Imagens violentas de assalto a ourivesaria de Almeirim na internet”, cujo teor por manifesta incorrecção relativamente à verdade dos factos, é susceptível de induzir em erro o leitor menos familiarizado com as vicissitudes da investigação criminal e, consequentemente, suscitar suspeitas injustificadas que podem colocar em causa o bom-nome da Polícia Judiciária.Assim, no início do 2º parágrafo da citada notícia, afirma-se que “Quem tomou conta da ocorrência, no dia 28 de Outubro de 2009, foi inicialmente a GNR, mas por se tratar de um assalto violento a investigação passou no mesmo dia para a Polícia Judiciária”.Se a primeira parte da afirmação corres-ponde à verdade, já o mesmo não acontece com a segunda parte, pois a investigação e o correspondente inquérito, jamais transitaram para a Polícia Judiciária, por não se tratar de um crime da sua competência reservada.Nestas circunstâncias solicito a Vº. Exª se digne promover o esclarecimento dos leitores do Jornal O MIRANTE, corrigindo aquela incorrecção e repondo a verdade dos factos.Com os meus cumprimentos.O Director da Directoria de Lisboa e Vale do Tejo da Polícia Judiciária (D.L.V.T)

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo