Arquivo | 07-01-2013 13:07

Cão que atacou menino em Beja foi recolhido para um canil e vai ser abatido

O cão arraçado de pitbull, raça potencialmente perigosa, que atacou um menino, de 18 meses, em Beja, no domingo, foi hoje recolhido para um canil e vai ser abatido daqui a oito dias, segundo a veterinária municipal."Não tenho outra solução", porque "é um cão perigoso, atacou, o miúdo está mal num hospital e, portanto, vai ter que ser abatido", disse aos jornalistas a veterinária municipal de Beja, Linda Rosa.Após um pedido da PSP, a veterinária deslocou-se hoje à casa onde o menino foi atacado e estava o cão e emitiu uma "solicitação de receção" do animal, que foi recolhido para ao Canil/Gatil Intermunicipal da Associação de Municípios Alentejanos para a Gestão do Ambiente (AMALGA), situado perto de Beja.Como determina a lei, o cão, de nove anos, vai ficar isolado e em observação numa "box" específica do canil durante oito dias e depois "irá ser abatido", explicou a veterinária, referindo tratar-se de "um cão perigoso", porque "atacou uma criança" e, por isso, "o fim é a eutanásia".

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo