Arquivo | 10-01-2013 09:34

Derlei não aponta favoritos para o clássico Benfica-Porto

O ex-futebolista brasileiro Derlei, antigo jogador de FC Porto e Benfica, admitiu que não vê um favorito para o clássico de domingo, no Estádio da Luz, mas espera um grande jogo, da 14.ª jornada da I Liga de futebol.“Na minha opinião as forças equivalem-se. Mesmo o Benfica não tendo passado aos oitavos de final da Liga dos Campeões, as duas equipas estão muito bem. Um clássico como este, com o ambiente que o rodeia, é sempre um jogo imprevisível”, afirmou o ex-jogador em declarações à Agencia Lusa.O antigo avançado não pensa que sejam os clássicos a decidir campeonatos, mas uma vitória num jogo frente a um rival directo é uma motivação extra para os restantes desafios.“Não são dois jogos que decidem um campeonato, no qual a regularidade é o mais importante. No entanto uma vitória dá a quem ganha uma força extra e, quem perde, naturalmente fica desolado”, disse.Sem destacar nomes, o “ninja” assegurou que os avançados de qualquer uma das partes são capazes de decidir o jogo, mas que, nos dias de hoje, os lances de bola parada assumem cada vez mais preponderância no desenrolar da partida.“Naturalmente os avançados, por jogarem mais perto da baliza, tem mais facilidade em chegar ao golo. No entanto os defesas, que normalmente jogam muito bem de cabeça, podem, através de um canto ou de um livre, resolver o jogo”, avaliou.Derlei falou também sobre Izmailov, com quem coincidiu no Sporting durante duas épocas (entre 2007 e 2009), assegurando que o russo, que esta semana trocou o Sporting pelo FC Porto, “é um tipo de jogador que pode fazer a diferença se tiver oportunidade de jogar” no clássico de domingo.“É um dos grandes jogadores com quem tive oportunidade de jogar. Tem uma técnica fantástica, uma visão de jogo fora do comum e uma entrega ao jogo que contagia a equipa. Infelizmente tem sofrido algumas lesões, mas acredito que no Porto se vai adaptar rapidamente e vai ser um jogador preponderante”, concluiu.

Mais Notícias

    A carregar...