Arquivo | 11-01-2013 12:03

Câmara de Alcobaça restaura sistema que levava água ao Mosteiro

A câmara de Alcobaça vai abrir concurso para a requalificação da Zona da Levada, incluindo a vala que levava a água até ao Mosteiro, e estima concluir em seis meses a obra orçada em 350 mil euros.“O projecto já foi aprovado pelo executivo e o concurso para adjudicação da obra deverá ser lançado no próximo mês porque a requalificação da Levada é uma obra para concluir este ano”, disse à Lusa o presidente da Câmara de Alcobaça, Paulo Inácio (PSD).A intervenção, orçada em 350 mil euros, prevê, entre outras intervenções, o alargamento dos passeios entre a Rua Costa Veiga e o Mosteiro de Alcobaça, a construção de uma ponte metálica com degraus e a recuperação do parque infantil.Na zona da levada o projecto dá especial atenção ao restauro do sistema hidráulico cisterciense e a criação de um percurso “de fruição ambiental e cultural” junto à vala que levava a água corrente até ao Mosteiro.O projecto engloba-se na "Requalificação do Rio Alcoa: da nascente à foz", uma intervenção que prevê a construção de um parque verde que poderá estar em causa devido à proposta de alteração da Zona Especial de Protecção (ZEP) do Mosteiro, que aumenta o perímetro dos actuais 260 mil metros quadrados para um mais de 900 mil metros quadrados.A câmara contestou o alargamento e diz-se disposta a avançar com um processo em tribunal se a Direcção Geral do Património Cultural (DGPC) não aceitar diminuir a área de protecção que, segundo o autarca, “inviabiliza o desenvolvimento da cidade”.Na proposta de ZEP a zona da levada passa a ser “não aedificandi”, ou seja, área onde não é permitida a construção, o que poderá inviabilizar algumas intervenções junto ao Jardim do Obelisco.A câmara prevê que a obra de requalificação seja concretizada no prazo de seis meses após a adjudicação.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo