Arquivo | 11-01-2013 06:54

Eduardo Barroso garante que irá cumprir todos os preceitos estatutários para convocar Assembleia-Geral

O presidente da Mesa da Assembleia-Geral (AG) do Sporting garantiu na quinta-feira que irá cumprir à risca todos os preceitos estatutários para que não haja irregularidades na realização de uma assembleia para destituir a direcção "leonina".“Os estatutos vão ser cumpridos à risca, nos `timings´ próprios, mas quem decide isso sou eu, que sou o presidente da Mesa da AG, respeitando a instituição e os sócios”, disse Eduardo Barroso, após a cerimónia da entrega das bolsas de estudo pelo Leões de Portugal, numa unidade hoteleira da capital.Eduardo Barroso confirmou ter almoçado na quinta-feira com Godinho Lopes, mas recusou confirmar que este lhe tivesse pedido mais contenção no discurso e que não convocasse a Assembleia¬-Geral até 31 de Janeiro.Quanto às formalidades necessárias para a convocação da reunião magna, na sequência da iniciativa do movimento “Dar Rumo ao Sporting”, o dirigente "leonino" confirmou já ter recebido a entrega das 800 assinaturas, correspondentes a 3.500 votos, necessárias para a convocação da reunião magna.“Os serviços do clube estão a verificar se esses votos correspondem a votos válidos, se as pessoas que os assinaram são sócios do Sporting e se têm as quotas em dia, para não haver irregularidades”, disse Eduardo Barroso, que terá seguidamente que verificar se a verba exigida para a realização da assembleia foi cumprida pelo movimento que a solicitou.Segundo o presidente da Mesa da AG, terá, ainda, de ser entregue pelo mesmo movimento uma razão de justa causa, como consta dos estatutos, para a convocação da assembleia e, só depois de reunidos estes três preceitos, é que a poderá convocar.De resto, ainda de acordo com Eduardo Barroso, ficou combinado, na quinta-feira, que os secretários da Mesa da AG iriam proceder à entrega nos serviços administrativos do clube das caixas com os papéis remetidos pelo movimento “Dar Rumo ao Sporting”, para que estes verifiquem se os sócios subscritores existem, se estão na plenitude dos seus direitos e se o dinheiro necessário foi entregue ou não.Quando confrontado com uma declaração feita hoje pelo treinador Jesualdo Ferreira, segundo a qual, “há gente a mais a falar no Sporting”, Eduardo Barroso comentou: “A mim ninguém me manda recados. Tenho a certeza que esse do professor Jesualdo não era para mim”.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo