Arquivo | 11-01-2013 06:45

PJ investiga furto de chifres de rinoceronte do Museu de Caça em Vila Viçosa

A Polícia Judiciária (PJ) está a investigar um assalto ao Museu de Caça, em Vila Viçosa, Évora, de onde foram furtados cinco chifres de rinoceronte, "um material muito valioso", disseram ontem fontes policiais.O oficial de relações públicas do Comando Territorial de Évora da GNR, o capitão Manuel Jorge, acrescentou à agência Lusa que o assalto foi perpetrado na madrugada de segunda-feira, tendo o alarme do museu sido accionado à 01:38 para o posto da GNR de Vila Viçosa."Quatro minutos foi o tempo que levou a patrulha da GNR a chegar ao local e não encontrou os assaltantes", indicou o oficial.Os assaltantes, segundo a mesma fonte, entraram no museu através de arrombamento da porta principal para roubar os chifres."A intenção era aquela e levaram o que pretendiam", referiu o oficial, acrescentando que a GNR isolou o local para a investigação da PJ.O Museu de Caça e Arqueologia de Vila Viçosa é propriedade da Fundação da Casa de Bragança.A Lusa contactou a fundação, que remeteu para as autoridades qualquer informação relacionada com o assalto, indicando apenas que "o museu está a funcionar normalmente".Contactada pela Lusa, a Polícia Judiciária, através do gabinete de imprensa, confirmou que o assalto está a ser investigado, escusando-se a prestar esclarecimentos.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo