Arquivo | 20-01-2013 12:41

Mais de um milhão de euros de prejuízo e 80 empregos em risco em estufa nas Caldas da Rainha

Dez hectares de estufas de morango no Bouro, no concelho das Caldas da Rainha, ficaram completamente destruídos pelo mau tempo, que causou prejuízos superiores a um milhão de euros e coloca em risco 80 postos de trabalho.“Plásticos, ferros, sistemas de rega e de electricidade, foi tudo pelos ares com o vento e as estufas ficaram completamente destruídas”, disse à Lusa Sérgio Constantino, proprietário de dez hectares de estufas de morango no Bouro, próximo da cidade de Caldas da Rainha.O proprietário estima “um prejuízo de mais de um milhão de euros” nos dez hectares de estufas cobertas onde no ano passado foram produzidas 800 toneladas de morango.Além disso, ficou inviabilizada a plantação de mais seis hectares de terreno “que estavam a ser preparados e que aumentariam a produção, em 2013, para um milhão e 200 mil toneladas de morango”, acrescentou o empresário agrícola.Sérgio Constantino já pediu a intervenção da Direcção Regional de Agricultura do Ribatejo e Oeste “para avaliar a situação e ajudar a encontrar uma solução”.“As seguradoras recusam-se a fazer-nos um seguro ou arrastam o processo indefinidamente sem nos darem respostas e ficamos sem qualquer protecção para estas situações”, disse.Em causa podem estar 80 postos de trabalho fixos e mais 60 trabalhadores sazonais contratados na época da apanha do morango, disse.“Isto é uma empresa familiar, feita em sociedade com o meu irmão e, neste momento não sabemos se conseguimos repor o investimento, até porque ainda estamos a pagar parte do empréstimo”, afirmou Sérgio Constantino.A produção da estufa era maioritariamente destinada a grandes superfícies e uma percentagem exportada para França e Holanda.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo