Arquivo | 21-01-2013 18:21

Detido em Sesimbra por suspeita de pornografia infantil com termo de identidade e residência

Um homem detido por suspeita de pornografia infantil, em Sesimbra, ficou sujeito a termo de identidade e residência e a apresentações periódicas, estando proibido de ter acesso a computadores e contacto com menores de 14 anos."O Ministério Público apresentou a primeiro interrogatório judicial um arguido, de 50 anos, casado, de naturalidade portuguesa, a quem foi imputada a prática de pelo menos três crimes de pornografia de menores agravada e um crime de tráfico de estupefacientes", refere a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa, numa nota publicada hoje.O documento explica que a investigação foi iniciada no estrangeiro, pelas autoridades alemãs.O suspeito, residente em Sesimbra, estava na posse de centenas de ficheiros de imagens e filmes de abuso sexual de menores, alguns dos quais com crianças de poucos meses de idade, submetidas a actos de extrema violência.Além dos ficheiros informáticos de pornografia de menores, que o arguido partilhava através da internet, a Judiciária apreendeu uma quantidade significativa, não especificada, de canábis, bem como dezenas de plantas da mesma espécie estupefaciente que se encontravam no interior de uma estufa preparada para o efeito.O detido vai aguardar o desenvolvimento do processo sujeito a termo de identidade e residência, a apresentações periódicas na área de residência, três vezes por semana, a proibição de utilização de meios informáticos de acesso à internet, a proibição de contactos com menores de 14 anos, sem a presença de outro adulto e a proibição de se ausentar do país sem autorização.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo