Arquivo | 30-01-2013 06:58

Costa sai da Comissão Política a dizer que quer evitar a confrontação no PS

O presidente da Câmara de Lisboa, António Costa, ameaçou candidatar-se à liderança do PS na reunião da Comissão Política, mas, no final, acabou a dizer que irá trabalhar para a unidade e evitar a confrontação.Estas declarações de António Costa foram feitas no final de seis horas de reunião, durante a qual vários elementos próximos do presidente da Câmara de Lisboa passaram para os jornalistas, incluindo à agência Lusa, a certeza de que o autarca da capital se iria candidatar ao cargo de secretário-geral do PS.No final, António Costa disse que iria trabalhar para um clima de unidade e evitar a confrontação."O secretário-geral do PS foi receptivo à proposta que apresentei e acho que vamos poder trabalhar nos próximos dias para poder tentar construir uma alternativa forte, que fortaleça o PS nas candidaturas autárquicas e que permita unir o partido, evitando uma confrontação que, neste momento, a todos os títulos era indesejável", declarou.Depois, António Costa deixou uma frase com uma dúvida em relação ao futuro: "É bom que [a unidade] possa acontecer"."Vamos ver nos próximos dias", disse.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo