Arquivo | 31-01-2013 09:11

Mais de 20 cidades brasileiras cancelaram Carnaval devido a tragédia em discoteca

Pelo menos 22 municípios do estado brasileiro do Rio Grande do Sul cancelaram as festas de Carnaval em sinal de luto pelo incêndio na discoteca, que causou 234 mortos na cidade de Santa Maria, informou hoje a imprensa local.A maioria dos municípios que cancelaram o Carnaval pertence à região central do Rio Grande do Sul, onde também está situada Santa Maria, uma cidade com 261.000 habitantes, que está em estado de choque desde que ocorreu o incêndio no domingo, que além das vítimas mortais causou mais de uma centena de feridos, indicou o portal de noticias G1, citado pela agência espanhola Efe.As festas de Carnaval deviam começar na próxima semana.Em Santa Maria todas as actividades festivas e actos oficiais foram suspensos no mesmo dia da tragédia por um decreto do autarca Cezar Schirmer, que decretou luto de 30 dias no município.Além de Santa Maria, o Carnaval foi cancelado nas localidades de Jaguari, Agudo, Dona Francisca, Faxinal do Soturno, São João do Polesine, Nova Palma, Ivorá, Formigueiro, Santiago, São Martinho da Serra, São Sepé, Silveira Martins, Santa Margarida do Sul e Toropi.A mesma decisão foi tomada pelos municípios de Pinhal Grande, Restinga Seca, Cerro Largo, Santa Bárbara do Sul, Tupanciretá, Pejuçara e Cachoeira do Sul, segundo o portal.O Carnaval celebra-se no Brasil entre 08 e 12 de Fevereiro.A tragédia na discoteca em santa Maria ocorreu na madrugada do último domingo, quando a protecção acústica da discoteca se incendiou após a banda que estava a actuar ter usado pirotecnia. A principal causa de morte das vítimas foi a inalação de fumos tóxicos.A maioria dos mortos no incêndio da discoteca era estudante.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo