Arquivo | 31-01-2013 15:29

Vítor Pereira quer os três pontos, mas diz que "Vitória de Guimarães não é pêra doce"

O treinador Vítor Pereira considerou hoje que o Vitoria de Guimarães, adversário da 17.ª jornada da I Liga de futebol, no sábado, “não é pêra doce”, mas o FC Porto está focado na conquista dos três pontos.Vítor Pereira, que falava no final do treino dos “dragões”, no Olival, admitiu que a equipa já assimilou a sua filosofia de jogo, de pressão e posse de bola, e que está a apresentar um futebol de qualidade, solidário e com ambição.“Os jogadores acreditam e desfrutam desse jogo. Sentem prazer em ter a bola, em pressionar, em dominar o adversário e em fazer golos. Demonstra uma mentalidade agressiva. A equipa está bem. Como eu gosto”, justificou Vítor Pereira.Vítor Pereira reconheceu que os jogos com o Vitória de Guimarães nunca são fáceis, mas a disposição de FC Porto é a de conquistar os três pontos e manter a senda vitoriosa que mantém os “dragões” na liderança da Liga, ao lado do Benfica.A parceria com o Benfica na liderança da Liga mereceu especial atenção por parte do treinador, que considera a situação positiva e um bom desafio para os jogadores, que sentem a pressão e faz com que mantenham os níveis de concentração no máximo.“Esta luta [entre FC Porto e Benfica] pode transformar este campeonato num campeonato espectacular. No final vamos ver, mas acredito que possa levar a muitos golos, muitos pontos e a um título bem disputado”, referiu.O treinador admitiu que não é só com os principais adversários que o título se decidirá, dado que é nesses jogos que os jogadores estão mais focados, mas sim nos restantes e um dia menos inspirado pode ditar alguma surpresa desagradável.“Esta pressão é positiva, pois mantém a concentração alta. Queremos provar que somos a melhor equipa e este é o maior desafio. Temos que provar que somos mais competentes e melhores do que os nossos adversários”, justificou Vítor Pereira, que não acredita que o titulo se decidirá na diferença de golos.Vítor Pereira afirmou que este ano está mais tranquilo do que o anterior, dado entender que já passou claramente a sua ideia de jogo aos jogadores. “Isso é o que me dá prazer”, sustenta.E o treinador fez mesmo uma analogia da sua situação da época passada no comando técnico nos “dragões” a um barco sobreviver no alto mar no meio da tempestade e a este ano navegar a bom ritmo.“Estamos a desfrutar da competição, deste taco a taco, e sabemos que se aproxima um jogo da Liga dos Campeões que temos que preparar, agora e não depois, dando uma resposta forte”, admitiu.Vítor Pereira disse que o FC Porto tem que estar preparado para defrontar uma equipa dificílima como é o Málaga, na Liga dos Campeões, e tem que demonstrar que está preparado para discutir esta eliminatória de elevada importância.O treinador portista abordou ainda a questão do fecho do mercado de inverno que termina hoje, defendendo que o plantel está focado nos objectivos a que se propôs e que dificilmente poderá perder jogadores da espinha dorsal da equipa.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo