Arquivo | 02-10-2013 12:06

Maria Miranda morreu em acidente de trabalho na apanha do tomate

Maria Miranda, 65 anos, morreu esmagada por uma máquina de apanhar tomate. Bastante estimada em Vale do Paraíso, concelho de Azambuja, onde residia, há 40 anos que fazia as campanhas de apanha de tomate nos campos de Azambuja para ajudar os filhos e os netos. A vítima gostava de trabalhar no campo pelo convívio que tinha com outras colegas de trabalho. Maria vivia com o marido, participava activamente na vida da comunidade de Vale do Paraíso e chegou a colaborar com o rancho folclórico da localidade. A fatalidade terá acontecido na altura em que a trabalhadora estava à frente da máquina sem que o operador a tenha visto. O funeral foi acompanhado por duas centenas de pessoas. No local do acidente, no dia 25 de Setembro, por volta das 12h30, compareceram a Guarda Nacional Republicana e os bombeiros de Azambuja. O caso está a ser investigado pela Autoridade para as Condições de Trabalho.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Médio Tejo