Arquivo | 05-10-2013 11:08

Durão Barroso pede compromissos de todos os poderes para Portugal reconquistar credibilidade

O presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, declarou hoje, em Vilamoura, que só com o compromisso de todos os poderes do Estado e a existência de “estabilidade” e “confiança” é que Portugal reconquistará a credibilidade.“A cultura de diálogo político e social e o comprometimento de todos os poderes do Estado com as obrigações internacionalmente assumidas são essenciais para a reconquista de credibilidade”, disse Durão Barroso, no seu discurso de abertura do segundo dia do Fórum Empresarial do Algarve, que decorre até domingo em Vilamoura.O presidente da Comissão Europeia declarou que nesta fase de ajustamento económico, a “tarefa de um Estado é a de proporcionar a certeza e a previsibilidade de que os mercados precisam”, porque essa responsabilidade não “incumbe apenas ao Governo, mas a todos os órgãos de soberania e mesmo à sociedade no seu conjunto”.Durão Barroso também defendeu hoje a criação de um “espaço económico transatlântico integrado” e argumentou que era um sonho possível e que devia ser uma prioridade para Portugal.“Os eixos atlântico e europeu não se excluem: reforçam-se mutuamente (...) Temos todo o interesse em afirmar cada vez mais Portugal como janela europeia para o Atlântico e como uma porta de entrada do Atlântico para o continente europeu", referiu.A segunda edição do Fórum Empresarial do Algarve, que está a decorrer em Vilamoura até dia 06 de Outubro, reúne mais de três centenas de participantes, entre líderes políticos e empresariais de Portugal, Brasil, Angola, Moçambique, Alemanha, China, EUA, Reino Unido, México, Marrocos, Espanha, Grécia e Chile, para debater o tema “Um Portugal Europeu ou um Portugal Atlântico?”.O evento, que é dinamizado pelo LIDE Portugal – Grupo de Líderes Empresariais, conta com as personalidades convidadas do panorama político e empresarial nacional como Pedro Passos Coelho, Paulo Portas, Fernando Pinto, Luís Marques Mendes, José Maria Ricciardi, Mira Amaral e Luís Amado.Participam ainda convidados internacionais como os governadores brasileiros dos Estados do Amazonas, Pará e Goiás, Luiz Fernando Furlan e Paulo Rabello de Castro, também do Brasil, Guillermo de La Dehesa, de Espanha, Mário Machungo, de Moçambique, e Albina Assis, de Angola.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Vale Tejo