Arquivo | 05-10-2013 17:58

Manifestações em Paris e Londres para exigir libertação de activistas da Greenpeace

Mais de mil pessoas manifestaram-se hoje em Paris e Londres, respondendo a um apelo da Greenpeace para reclamar a libertação dos 30 activistas detidos na Rússia numa acção contra a exploração petrolífera no Árctico, noticia a AFP.Na capital francesa, cerca de 300 pessoas responderam ao apelo da organização não-governamental ecologista.“As acusações, para nós, não têm fundamento, eles [activistas] estavam lá para defender o clima”, disse à AFP o director-geral da Greenpeace para França, Jean-François Julliard.Uma grande bandeira com a inscrição “Libertem os defensores do clima” foi colocada com a ajuda de uma grua sobre um braço da estátua da República, no centro da Praça da República.No chão, os manifestantes colocaram uma faixa de 200 metros quadrados onde se pode ler “o clima em perigo, os defensores na prisão”.Em Londres, quase mil pessoas, entre as quais o ator Jude Law, o músico Paul Simonon e a estilista Vivienne Westwood, participaram num protesto para contestar a detenção dos militantes da Greenpeace na Rússia.Entre 800 pessoas (segundo a polícia) e mil (de acordo com a organização) concentraram-se em frente à embaixada da Rússia, vestindo t-shirts e segurando cartazes a exigir a libertação dos activistas ambientais.Para o dia de hoje, estão também previstos protestos em 17 cidades do Reino Unido, no âmbito a acção organizada pela Greenpeace.Na quinta-feira, a Rússia acusou formalmente de “pirataria” os 30 membros e colaboradores da Greenpeace, a maioria estrangeiros, envolvidos numa acção de protesto contra a exploração petrolífera no Árctico.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Médio Tejo