Arquivo | 07-10-2013 18:34

PJ investiga incêndio que destruiu apartamento no Funchal

A Polícia Judiciária (PJ) está a investigar as causas do incêndio que, na manhã de hoje, destruiu um apartamento num edifício de sete andares na cidade do Funchal, não provocando feridos. Segundo o coordenador da PJ na Madeira, Eduardo Nunes, quaisquer esclarecimentos sobre o caso apenas serão revelados em comunicado, na terça-feira.O incêndio destruiu um apartamento e provocou danos em outros dois no edifício Elias Garcia I, no Funchal, sem causar feridos, disse fonte dos bombeiros.O fogo, que se deu num apartamento situado no quarto piso de um edifício de sete andares, foi combatido por 25 homens dos Bombeiros Municipais do Funchal e dos Bombeiros Voluntários Madeirenses.O comandante dos Bombeiros Municipais do Funchal (BMF), Nelson Bettencourt, disse à Lusa que, "em princípio, nada impede” que os moradores do prédio, na Rua Elias Garcia, voltem ao edifício, excepção feita ao morador do apartamento onde deflagrou o incêndio, que ficou completamente destruído.Por seu turno, o vereador da Câmara do Funchal responsável pelo pelouro da protecção civil, Amílcar Gonçalves, disse à Lusa que a autarquia "vai proceder esta tarde a uma peritagem ao edifício".

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Médio Tejo