Arquivo | 23-10-2013 10:28

Durão Barroso desapontado com falta de ambição dos Estados-membros

O presidente da Comissão Europeia afirmou-se hoje "desapontado" com a falta de ambição dos Estados-membros em matéria de financiamento da economia, e designadamente de apoio às pequenas e médias empresas, sublinhando a importância da fluidez do crédito.Dirigindo-se ao Parlamento Europeu, em Estrasburgo, num debate sobre a cimeira de chefes de Estado e de Governo da União Europeia que decorre na quinta e sexta-feira em Bruxelas, José Manuel Durão Barroso apontou que um dos assuntos em discussão, o financiamento da economia, continua a ser um dos grandes problemas da União, lamentando que não esteja a ser feito mais neste domínio."Mesmo com o regresso do crescimento, a confiança e os padrões de condições de empréstimo anteriores à crise não vão regressar rapidamente. Precisamos de desbloquear o fluxo de crédito e ajudar as empresas, sobretudo as PME. Sinceramente, desaponta-me que os Estados-membros não sejam mais ambiciosos nesta matéria, e vou dizê-lo amanhã (quinta-feira) ao Conselho Europeu", declarou.O presidente da Comissão Europeia alertou que, "em alguns países, o orçamento comunitário será, de longe, a principal fonte de investimento público nos próximos anos", pelo que "é da maior importância" para muitos dos Estados-membros e regiões da UE que seja concluído o compromisso em torno do orçamento comunitário plurianual para 2014-2020, pois, "sem o orçamento da União Europeia, não poderão investir, pois simplesmente não têm espaço orçamental para o fazer".

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1359
    11-07-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1359
    11-07-2018
    Capa Médio Tejo