Arquivo | 01-11-2013 16:23

Presidente de transição da Guiné-Bissau propõe eleições a 23 de Fevereiro ou 02 de Março de 2014

O presidente de transição da Guiné-Bissau, Serifo Nhamadjo, propôs hoje aos partidos com assento parlamentar que as eleições gerais no país sejam adiadas para 23 de Fevereiro ou 02 de Março de 2014.As datas foram avançadas durante conversações com os partidos no Palácio da República, referiram fontes partidárias.Segundo as mesmas fontes, as forças políticas não se opuseram às datas propostas.A Guiné-Bissau está a ser dirigida por um presidente e um governo de transição desde o golpe de Estado militar de 12 de Abril de 2012.A Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) determinou que o período de transição devia terminar antes do final deste ano com a organização de eleições gerais, inicialmente marcadas para dia 24.No entanto, os atrasos no processo eleitoral vão obrigar ao adiamento do escrutínio.O governo de transição anunciou na quinta-feira que o recenseamento eleitoral vai decorrer de 1 a 21 de Dezembro.Todo o processo eleitoral está orçado em 14,5 milhões de euros e vai ser financiado pela comunidade internacional, cabendo a maior fatia à CEDEAO.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1355
    13-06-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1355
    13-06-2018
    Capa Médio Tejo