Arquivo | 10-11-2013 05:48

Homens armados assaltaram supermercado de portugueses na Venezuela

Vários homens armados assaltaram sábado o supermercado Maturin, propriedade de madeirenses radicados na Venezuela, roubando o dinheiro da caixa e objectos de valor dos clientes, disseram testemunhas à agência Lusa."Um deles encostou uma pistola ao pescoço do vendedor de frutas que estava na porta e ordenou que ficasse quieto e calado, que não avisasse ninguém. Outros dois indivíduos entraram e roubaram cerca de 20 pessoas que faziam as suas compras e o dinheiro existente nas duas caixas", disse à agência Lusa uma testemunha do assalto.Segundo as fontes o assalto na tarde de sábado "foi rápido, tendo durado poucos minutos", tempo em que os assaltantes se apoderaram do dinheiro correspondente às vendas efectuadas durante cinco horas."Levaram também os telemóveis, as carteiras, dinheiro e anéis dos clientes que ficaram paralisados, sem saber o que fazer e muito tensos", precisou uma das fontes.Situado em Los Cedros, Caracas, o supermercado Maturin é o segundo estabelecimento comercial assaltado na zona em dois dias. Na última sexta-feira foi assaltada uma loja de venda de flores, situada em frente daquele estabelecimento.A insegurança é a principal preocupação dos cidadãos que residem na Venezuela, afectando nacionais e estrangeiros.Diariamente os jornais dedicam várias páginas a noticiar casos de assaltos, sequestros e homicídios que ocorrem no país.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo