Arquivo | 21-11-2013 09:19

Eduardo Lourenço recebe hoje prémio de ensaio Jacinto do Prado Coelho

O ensaísta Eduardo Lourenço recebe hoje o prémio de ensaio Jacinto do Prado Coelho, pela obra "Tempo da música. Música do tempo", atribuído pelo Centro Português da Associação Internacional de Críticos Literários.O prémio, no valor de cinco mil euros, distingue ensaios literários e foi atribuído por unanimidade a Eduardo Lourenço, por uma obra publicada em 2012, que reúne textos inéditos de Eduardo Lourenço seleccionados pela historiadora de arte e musicóloga Barbara Aniello.O júri, composto por Clara Rocha, Maria João Reynaud e Teresa Martins Marques, justificou a escolha pela "qualidade indiscutível da obra, reconhecida por pessoas da área da literatura bem como da musicologia"."Tempo da música. Música do tempo" reúne 212 reflexões de Eduardo Lourenço sobre música, que estavam dispersas em folhas avulsas, em agendas de bolso, páginas soltas ou agrafadas, algumas encontradas dentro de livros, que a investigadora Barbara Aniello foi juntando, inventariando e catalogando no espólio do ensaísta.Essas reflexões remontam a 1948 e apresentam datas até ao ano de 2006.Numa reflexão, Eduardo Lourenço escreveu: "Certamente, se um dia voltar para Deus, a nenhuma outra coisa o deverei senão a estas estradas de uma melancolia lancinante que, desde o canto gregoriano até Messiaen, devoram em mim o sentimento da realidade do mundo visível".O prémio é entregue às 18h30, na Sociedade Portuguesa de Autores, em Lisboa.Eduardo Lourenço, considerado um dos maiores pensadores portugueses, nasceu em 1923 em São Pedro de Rio Seco, no distrito da Guarda, e embora resida em França desde os anos 1960, manteve sempre uma grande ligação a Portugal, reflectindo sobre a sociedade portuguesa.Em 2011, a Fundação Calouste Gulbenkian editou a obra completa do pensador.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo