Arquivo | 29-11-2013 09:19

Homens armados sequestram militar opositor na Venezuela

Dois homens armados sequestraram o general de brigada, António Lozada Saavedra, de 57 anos, um conhecido militar, assessor e coordenador da coligação Mesa de Unidade Democrática, da oposição venezuelana.Segundo o filho, Rowan Lozada, o general foi visto pela última vez na manhã da última terça-feira, em Caracas, quando lhe deu a boleia até uma estação do metropolitano, tendo sido interceptado por dois homens armados que "o identificaram pela sua hierarquia, o chamaram pelo nome e cargo", apesar de já estar na reserva."Um amigo da família encontrava-se no carro. Uma carrinha prateada parou e dois homens com armas longas obrigaram-nos a acompanhá-los e a entrar na parte de trás dessa viatura, que partiu para a auto-estrada. Ao amigo da família tiraram-lhe o telemóvel e depois abandonaram-no, levando o meu pai com eles", explicou aos jornalistas.Na Venezuela, na última terça-feira, foi assassinado um conhecido opositor depois de ter concedido uma entrevista a uma estação de rádio no estado venezuelano de Zúlia, a oeste de Caracas.José Chirinos, autarca e conselheiro da Mesa de Unidade Democrática foi assassinado por dois motociclistas, que o atacaram sem fazerem qualquer pergunta e quando a vítima saía da rádio Voz de La Patria, onde pouco antes deu a conhecer a sua proposta no âmbito da campanha para as eleições municipais de 08 de Dezembro na Venezuela.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1355
    13-06-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1355
    13-06-2018
    Capa Médio Tejo