Arquivo | 30-11-2013 10:44

Primeiro dia da Restauração da Independência sem feriado assinala-se no domingo

O dia da Restauração da Independência assinala-se no domingo, pela primeira vez desde que deixou de ser feriado, com um desfile de mais de 20 bandas filarmónicas e a recolha de assinaturas para a reposição do feriado.O feriado de 1 de Dezembro foi eliminado através da aprovação de um novo Código do Trabalho, a 11 de maio do ano passado, em conjunto com o feriado da Implantação da República (5 de Outubro) e os feriados religiosos de Corpo de Deus (60 dias após a Páscoa) e do Dia de Todos os Santos (1 de Novembro).Às cerimónias promovidas pela Sociedade Histórica para a Independência de Portugal e a Câmara de Lisboa, juntam-se, pelo segundo ano consecutivo as iniciativas do movimento 1º de Dezembro, criado para restaurar o feriado.As comemorações começam no sábado com o tradicional ‘jantar dos conjurados', na Voz do Operário, em Lisboa, promovido pela Real Associação de Lisboa, em que Duarte Nuno de Bragança fará uma intervenção.Da iniciativa do movimento 1º de Dezembro, realiza-se igualmente no sábado à noite um concerto no salão nobre da Associação Comercial de Lisboa, pela orquestra Camerata Amicis e os solistas Ricardo Pires (saxofone-alto) e Miguel Herrera (tímpanos), que interpretarão compositores portugueses, dirigidos pelo maestro Carlos Silva.No domingo, as comemorações da Sociedade Histórica para a Independência de Portugal que decorrerão na Praça dos Restauradores, terão a intervenção do presidente da Câmara de Lisboa, António Costa, de José Ribeiro e Castro, do Movimento 1º de Dezembro, e de José Batista Pereira, presidente da Assembleia Geral da Sociedade Histórica da Independência de Portugal.O desfile de bandas filarmónicas que, no ano passado, começou a ser organizado pelo movimento 1º de Dezembro e a empresa municipal de cultura de Lisboa EGEAC, contará no domingo com 21 bandas e grupos, que, entre as 14:00 e as 17:00, desfilarão pela avenida da Liberdade, em Lisboa.O desfile terminará com uma interpretação conjunta de 1200 músicos dos hinos da Maria da Fonte, da restauração e o hino nacional, na praça dos Restauradores, a que se seguirá uma actuação de tunas no largo de São Domingos.Na avenida da Liberdade, o movimento 1º de Dezembro irá recolher assinaturas para a iniciativa legislativa de cidadãos que está a promover com o objectivo de restaurar o feriado e o instituir como Dia de Portugal.Ribeiro e Castro, do movimento 1º de Dezembro, disse à Lusa que estão recolhidas mais de duas mil das 35 mil assinaturas necessárias para levar à Assembleia da República uma iniciativa legislativa de cidadãos.O Partido Nacional Renovador anunciou que comemorará "simbolicamente" a data em Olivença, "que é a qualquer título território português ocupado por Espanha", depondo uma cora de flores à porta do Castelo da cidade.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1356
    20-06-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1356
    20-06-2018
    Capa Médio Tejo