Arquivo | 01-12-2013 10:54

Identificadas cinco das nove vítimas angolanas de acidente aéreo na Namíbia

Cinco das nove vítimas mortais do acidente com o avião das Linhas Aéreas de Moçambique (LAM), que se despenhou na sexta-feira na Namíbia, já foram identificadas, noticia hoje o diário Jornal de Angola.Para além do inspetor-geral das Finanças, Manuel João Landa, e das inspetoras Domingas Freire dos Santos e Almejada Laura Vatuva, quadros do Ministério das Finanças que regressavam de Maputo onde participaram na conferência anual das Inspeções Gerais da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), o Jornal de Angola referencia na edição de hoje que também o músico Action Nigga e o Dj Maskarado figuram na lista das vítimas.O diário angolano acrescenta que na lista está também a moçambicana Dulce Maria Chimene, que trabalhava e residia em Angola.O avião, que fazia a ligação Maputo/Luanda, despenhou-se no Parque Nacional de Bwabwata, no norte na Namíbia, durante um temporal que assolava a região, provocando a morte dos seis tripulantes e 27 passageiros.Segundo a LAM, seguiam no avião dez cidadãos moçambicanos, nove angolanos, cinco portugueses, um francês, um chinês e um brasileiro, que também detinha nacionalidade portuguesa.Os destroços, carbonizados, só foram detectados no sábado, por avião, e as autoridades namibianas enviaram para o local meios que permitam averiguar as causas do acidente.Entretanto, foi decidida a criação de uma comissão de inquérito moçambicana do acidente, que contará com elementos da transportadora aérea e do Ministério dos Transportes e Comunicação, e outra internacional liderada pela Namíbia.Haverá também uma comissão internacional com peritos da Namíbia (onde caiu o avião), Moçambique (de onde era a companhia) e Brasil (país de onde é o fabricante, a Embraer).

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Médio Tejo