Arquivo | 11-12-2013 12:08

Azambuja volta atrás e opõe-se à instalação de aterro de resíduos na Quinta da Queijeira

A Câmara de Azambuja em 2008 tinha dado parecer favorável à instalação de um aterro de resíduos não perigoso e inertes na entrada nascente da vila mas agora revogou essa decisão e vai comunicar à Agência Portuguesa do Ambiente que se opõe ao equipamento. Nem o facto de terem sido oferecidos cinco por cento de capital na empresa e descontos de 30 por cento à autarquia na deposição dos seus resíduos pesou na decisão. O aterro na zona da Quinta da Queijeira permitia a colocação de entulhos da construção civil. Recorde-se que em 13 de Maio de 2008 a câmara municipal emitiu declaração de interesse público municipal na instalação do aterro em terreno onde a empresa Zubareia - Areias, SA já tinha uma extracção de areias. Entretanto o processo passou para a empresa Suma - Serviços Urbanos e Meio Ambiente, SA. O vice-presidente da câmara, Silvino Lúcio, admite que a não instalação do aterro provoca constrangimentos ao encaminhamento dos entulhos. “Temos terrenos municipais mas que não se enquadram neste tipo de estrutura e na classificação do PDM. Não sei se teremos de ir à procura de uma nova localização para a câmara cumprir a legislação”, salientou. A proposta de revogar a decisão de 2008 partiu dos vereadores da Coligação Pelo Futuro da Nossa Terra que contaram com o voto do eleito da CDU. O presidente da autarquia e o vice-presidente votaram contra a proposta. O vereador do PS António Amaral e o eleito pela CDU mas que fez um acordo com os socialistas, Herculano Martins, abstiveram-se. O vereador da Coligação Pelo Futuro da Nossa Terra, António Jorge Lopes, mostrou-se satisfeito com a decisão salientando que o aterro às portas de Azambuja seria um erro crasso de gestão do território municipal. Porque, justifica, desqualificava ambiental e economicamente a quinta de Vale de Fornos e causava mau estar ambiental para moradores da urbanização da Quinta da Marquesa.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo