Arquivo | 13-12-2013 16:48

Governo moçambicano decreta três dias de luto nacional pelas vítimas que viajavam no avião das LAM

O governo moçambicano decretou, a partir de domingo próximo, três dias de luto nacional pela morte das 33 pessoas que viajavam no avião das Linhas Aéreas de Moçambique (LAM), no dia 29 de Novembro.O Embraer 190, de fabrico brasileiro, despenhou-se no norte da Namíbia, quando fazia o trajecto Maputo-Luanda, matando todos os seus 33 ocupantes, incluindo sete cidadãos de nacionalidade portuguesa.Logo após o sinistro, o governo moçambicano anunciou que seria decretado um luto nacional, assim que "as condições objectivas estivessem criadas", sem especificar o conteúdo dessas condições.Em comunicado de imprensa distribuído hoje, o Conselho de Ministros de Moçambique refere que o país vai cumprir um luto nacional de três dias, a partir de domingo, em memória às vítimas do desastre.Nesse contexto, a bandeira moçambicana estará à meia-haste no território nacional e em todas as representações diplomáticas do país no estrangeiro.Entretanto, o Instituto Nacional de Aviação Civil de Moçambique (INAC) indicou quinta-feira que a comissão internacional de inquérito que está a investigar as causas do desastre continua à espera dos resultados da análise da informação contida nas caixas negras, que está a ser feita pela Agência Nacional de Segurança de Transportes dos Estados Unidos (NTSB).Por outro lado, continua o processo de identificação das vítimas do acidente, não tendo sido marcada ainda a data da entrega dos corpos às famílias.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Médio Tejo