Arquivo | 14-12-2013 12:11

Exportações de vinho cresceram 4,5% e superaram 500 ME até Setembro

As exportações de vinho cresceram 4,5% no primeiros nove meses deste ano, superando os 500 milhões euros, revelou hoje o Instituto da Vinha e do Vinho (IVV).Em comunicado, o IVV referiu que “o terceiro trimestre de 2013 foi o mais favorável do ano, com um crescimento de 7,4%, impulsionado pelas exportações extra-comunitárias que aumentaram 15,2% e representaram 49% do valor total exportado entre Julho e Setembro”.“Com esta evolução, a exportação de vinhos durante os primeiros nove meses de 2013 mantém uma subida face ao período homólogo de 2012, de 4,5% em valor e de 11,1% em preço médio”, indicou.De acordo com o IVV, “regista-se uma tendência de convergência no preço médio praticado nas exportações intra e extra comunitárias, mantendo-se a União Europeia como destino principal, com um peso de 55% do valor e do volume”.Já as exportações para países extracomunitários “são 45% do valor, com cinco destinos (Angola, Estados Unidos, Canadá, Brasil e Suíça) a figurarem no grupo dos 10 principais mercados de exportação dos vinhos nacionais”.Frederico Falcão, presidente do IVV, sublinhou “o contributo muito positivo que o sector do vinho está a dar para as exportações portuguesas”.“O vinho tem um ciclo anual de exportações que não é constante em todos trimestres e desde 2010 nunca tínhamos tido um terceiro trimestre tão bom”, disse.Com base nas vendas para o estrangeiro nos últimos 12 meses e comparando com o período de Outubro de 2011 a Setembro de 2012, Frederico Falcão estimou que em 2013 “é possível ultrapassar, mais uma vez, e pelo segundo ano, a barreira dos 700 milhões euros”.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo