Arquivo | 18-12-2013 15:05

José Couceiro diz que Benfica é um adversário poderoso

O treinador do Vitória de Setúbal, José Couceiro, afirmou hoje que a equipa de futebol do Benfica é uma adversária poderosa, referindo que o conjunto de Jorge Jesus "tem meios como nunca houve em Portugal"."Este jogo faz parte do campeonato do Vitória, mas penso que nunca houve uma equipa em Portugal com tantos meios como o Benfica tem neste momento. É um adversário muito poderoso, que tem bastante tempo de trabalho acumulado com o mesmo treinador ao longo de cinco anos", disse Couceiro, na conferência de imprensa de antevisão da partida da 14.ª jornada da I Liga, marcado para sexta-feira.José Couceiro referiu que o Vitória de Setúbal não pode menosprezar o adversário por ter empatado em casa com o Arouca (2-2) ou por ter estado a perder, por duas vezes, frente ao Olhanense (3-2)."Temos que ter consciência que o Benfica tem um potencial e meios que mais ninguém tem em Portugal e nós estamos no momento mais delicado da nossa história. Mas isto é um jogo e nós temos a ambição de ganhar", salientou.O treinador diz que fala “em meios, apoio e infraestruturas” e não de “qualidade de jogadores”.“Para potenciar uma equipa não é só necessário ter jogadores. Nós treinamos num campo onde também treina uma equipa de râguebi”, acrescentou.Apesar de esperar um adversário à procura do triunfo, o técnico garantiu que não vai mudar o modelo de jogo da equipa sadina."As equipas desta dimensão podem ter momentos menos bons, mas não deixam de ser equipas muito fortes. Nós esperamos um Benfica forte, que não vai querer aumentar a diferença para os seus adversários na luta pelo título, mas não vamos mudar o nosso modelo de jogo", frisou.José Couceiro afirmou que apenas com a sua equipa ao melhor nível é possível contrariar o adversário, explicando que todos os pontos são importantes na luta pela manutenção."Temos que jogar ao nosso melhor nível e é isso que vamos querer fazer. O importante para o Vitória de Setúbal é somar pontos para permanecer na I Liga. Se conseguimos pontos com o Benfica é uma grande ajuda", defendeu.Em relação ao regresso de Jorge Jesus ao banco, depois de ter cumprido castigo, o técnico do Vitória de Setúbal diz que, para a sua equipa, não vai fazer diferença."O Jorge Jesus esteve sempre com a equipa do Benfica, não esteve foi sentado no banco. Para nós não vai fazer diferença, talvez tenha para o Benfica", concluiu.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Vale Tejo