Arquivo | 19-12-2013 15:17

Leonardo Jardim diz que acesso à Liga dos Campeões é o objectivo do Sporting

O treinador da equipa de futebol do Sporting, Leonardo Jardim, afirmou hoje que o acesso à Liga dos Campeões é o principal objectivo da época, sublinhando que o clube "não pode fugir das suas responsabilidades"."A Liga dos Campeões terá de ser sempre um objectivo do Sporting e não podemos fugir dessa responsabilidade. Esse até pode ser dos principais objectivos da época", disse o técnico em conferência de imprensa.O Sporting é o líder da I Liga e recebe o Nacional da Madeira no sábado, em jogo da 14.ª jornada, com o técnico leonino a alertar para os perigos que o adversário pode apresentar."O Nacional tem criado dificuldades aos grandes e já roubou pontos ao FC Porto. É uma equipa de qualidade, que se mantém junta há alguns anos e com um treinador conhece os cantos à casa", defendeu.Leonardo Jardim referiu que o adversário vai procurar jogar em transições rápidas para surpreender o Sporting em Alvalade."É uma equipa que tem muita facilidade em colocar velocidade no jogo e jogar nas costas dos adversários e isso provoca dificuldades aos grandes, que gostam de jogar um futebol organizado. Temos de impor o nosso futebol e procurar conquistar os pontos em disputa", frisou.O treinador do Sporting explicou que os jogadores do Sporting estão com a "auto-estima em alta" pela época que estão a realizar, mas referiu que a pressão é sempre a mesma."A pressão de jogar no Sporting é única, independentemente da posição na tabela. O ano passado a equipa estava mais pressionada e estava pior classificada", salientou.Leonardo Jardim defendeu que a liderança na Liga reflecte "a qualidade que a equipa tem apresentado", afirmando que o objectivo é vencer e consolidar o primeiro lugar.Em relação à reabertura do “mercado” de transferências, o técnico admitiu alguns ajustes no plantel, apesar de garantir que está satisfeito com o grupo de trabalho ao seu dispor."A nossa intenção é manter toda a equipa, mas com certeza que pode existir algum negócio pois o futebol é imprevisível. Estamos satisfeitos e acreditamos no valor do plantel, apesar de ser curto. Os suplentes têm compromisso com a equipa e mostram que o Sporting não vive apenas de 11 jogadores", concluiu.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Médio Tejo