Arquivo | 23-07-2015 10:28

Salvaterra de Magos não permite “cantinho” dos gays e travestis nas bibliotecas

Já agora porque não criar uma secção de literatura heterossexual, ou dedicada aos que praticam posições um pouco ortodoxas no acto sexual, ou para os que se deliciam em praticar a “coisa” na cozinha (com duas subsecções: no chão ou na bancada). E na proposta do BE as indicações eram em néon ou em publicidade estática? Ricardo Hipólito Se eu não tenho um rótulo a dizer a minha opção sexual, porque um homossexual tem de ter? Mais um bocadinho e a dita biblioteca era separada por raças e sexos. Ridículo e obtuso. Ter uma mentalidade aberta não significa que eu mude a minha opção, significa apenas que não descrimino, aceito, respeito e trato conforme gosto de ser tratada. Susana Paula Calapez Lourenço

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1355
    13-06-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1355
    13-06-2018
    Capa Médio Tejo