Arquivo | 30-07-2015 10:18

Mandou cremar ossadas que afinal não eram as da filha

Que belo serviço... Até parece que fizeram uma grande coisa ao ressarcirem a senhora dos 200 euros e, se calhar, ainda vão ficar muito espantados e indignados se esta senhora lhes colocar um processo. Célia Costa Errar é humano mas tem de haver responsáveis para que os mesmos erros não se repitam! Aconselho quando os ossos são levantados que esteja um familiar muito próximo pressente para que isto não aconteça! Adelaide Cravo

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo