Cavaleiro Andante | 04-02-2005 16:17

Almas inflamadas

O padre João Borga foi uma das pessoas que na sexta-feira recebeu uma medalha relativa aos dez anos de serviços prestados aos Bombeiros Municipais de Tomar. Apesar de nunca ter andado de mangueira nas mãos, a condecoração do capelão dos bombeiros é das mais merecidas já que a sua tarefa tem sido árdua. É que, como diz o poeta, amor é fogo que arde sem se ver e não há água que apague almas tão inflamadas...

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1351
    16-05-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1351
    16-05-2018
    Capa Médio Tejo