Cavaleiro Andante | 26-12-2013 10:40

À boa maneira portuguesa

À boa maneira portuguesa
Colocar um sinal de trânsito proibido numa estrada onde parte do piso abateu, para impedir acidentes, até se entende. Tornar esse sinal em algo permanente durante oito anos, enquanto a empreitada não avança, como acontece na pacata localidade de Ribeira Branca, em Torres Novas, é no mínimo um exemplo do que ainda se faz à “boa” maneira portuguesa. Ou, por outras palavras, é o deixar andar até que entretanto haja uma desgraça.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Vale Tejo