Cavaleiro Andante | 09-11-2016 22:50

Santarém é uma fonte de receita para a CAP

Como vamos ter eleições autárquicas em breve os candidatos dos partidos da oposição no governo das câmaras começam a perfilar-se. O Cavaleiro Andante abre também as hostilidades e desafia os putativos candidatos no concelho de Santarém a começarem o seu trabalho pelo livro aberto que é o CNEMA. Ninguém compreende as razões que levam uma organização de agricultores a boicotar a economia de uma cidade; ninguém sabe o que é que motiva a direcção da CAP para se recusar a abrir o espaço às associações e colectividades da região; não cabe na cabeça de ninguém que o CNEMA tenha a maior sala de espectáculos da região, porventura uma das maiores do país, e que a utilize apenas uma vez por ano e durante a Feira da Agricultura e em proveito próprio; como é que é possível que as autarquias e as associações da cidade e da região não tenham acesso àquele espaço? Compreende-se que não exista um protocolo de utilização que favoreça as associações da cidade e da região que indirectamente contribuíram para que aquele espaço exista? E para que os senhores da CAP possam ter uma fonte de receita como não há outra em Santarém? Veremos se há gente na política com palavra de honra para discutir estes assuntos que mexem com a nossa pobre economia e com o prestígio da cidade de Santarém e da região ribatejana.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1355
    13-06-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1355
    13-06-2018
    Capa Médio Tejo